• Facebook ícone social
  • YouTube ícone social
  • Instagram ícone social
  • Ayres Monteiro Advogados

Boa Notícia! Nova contagem de tempo do INSS pode agilizar a aposentadoria

Atualizado: Ago 14

Decreto que regulamenta reforma da Previdência troca dia de contribuição por mês

Nova contagem de tempo do INSS pode agilizar a aposentadoria

O Governo Federal publicou nesta quarta-feira (1º) o decreto 10.410, que regulamenta a reforma da Previdência de 13 de novembro de 2019.


A nova regra facilita o acesso ao benefício ao considerar que o recolhimento ao INSS, desde que acima do valor mínimo, deve contar como um mês inteiro de contribuição, mesmo que o segurado tenha trabalhado um único dia na competência. Contudo, o mesmo decreto cria empecilhos para a concessão do benefício ao trabalhador que expõe a saúde em risco ou se acidenta no trabalho.


“O INSS substituiu a contagem em dias por mês de competência. (...) Na prática, se o profissional trabalha um, cinco ou dez dias, caso o valor da contribuição alcance o mínimo exigido, ele terá todo o mês contado no seu tempo de contribuição” Afirma a advogada Adriane Bramante, presidente do IBDP (Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário).


A má notícia é que para a contagem do tempo especial (que antecipa a aposentadoria) de trabalhadores expostos a agentes nocivos, por exemplo, o governo passará a exigir provas de que equipamentos individuais (EPI's) e coletivos oferecidos pela empresa não eram eficazes para afastar o risco à saúde. “Hoje esse tempo é presumido, não pela profissão, mas pela substância à qual o trabalhador está exposto”, afirma Bramante.


A publicação deste decreto, não significa que as medidas serão imediatamente aplicadas pelo INSS. Ainda será necessária a publicação de uma IN (Instrução Normativa), cuja função é detalhar ainda mais os pontos da reforma e de sua regulamentação, permitindo assim a interpretação correta das novas regras pelos funcionários que realizarão as análises de pedidos e revisões de benefícios.


PRINCIPAIS PONTOS DO REGULAMENTO DA PREVIDÊNCIA


a Publicação do decreto tem como intenção preencher lacunas no texto promulgado pelo Congresso e explica algumas mudanças nas regras para acesso e manutenção de benefícios.

Veja abaixo alguns desses pontos:


Nova contagem do tempo de contribuição

  • O tempo de contribuição passa a ser contado em meses de competência e não mais em dias

Exemplo:

Um trabalhador demitido em 15 de maio tinha apenas quinze dias contados como tempo de contribuição. Agora, se a demissão ocorre em 15 de junho e o valor recolhido atinge a contribuição mínima, será contado um mês de contribuição.


2) Tempo especial

  • O trabalhador exposto a agentes nocivos a saúde terá mais uma dificuldade para antecipar a aposentadoria.

  • A mudança impacta casos de agentes cancerígenos, cujo risco era reconhecido independentemente do uso de equipamento de proteção.

  • Agora, é necessário provar que o EPI (equipamento de proteção individual) e outras medidas adotadas pela empresa não são eficazes para afastar o risco.

3) Afastamento por acidente

  • O período de afastamento do trabalho por acidente ou doença ocupacional deixa de contar como tempo especial.

4) Carência

  • O segurado que está recebendo auxílio-doença poderá contribuir para ter esse período reconhecido como carência

  • Antes da mudança, não havia a possibilidade, na via administrativa, de contar o afastamento na carência. A contagem só valia como tempo de contribuição

5) Trabalhador intermitente

  • Se o valor da contribuição for inferior ao valor mínimo exigido para o recolhimento, não há contagem do tempo contribuído, assim como não será considerado como carência e tampouco para a manutenção da qualidade de segurado.


Fonte desta matéria: https://agora.folha.uol.com.br/grana/2020/07/nova-contagem-de-tempo-do-inss-pode-facilitar-aposentadoria.shtml

UNIDADE DE FLORIANÓPOLIS/SC

WhatsApp: (48) 99920-1464

Telefone: (48)3024-6419

Email: contato@ayresmonteiro.com.br

Endereço: Avenida Rio Branco, 354 - sala 706 - Centro.

OAB/SC: 2540
CNPJ: 23307.075/0001-15

UNIDADE DE ITAPETININGA/SP

WhatsApp: (15) 3271-2167

Telefone: (15) 3271-2167

Email: contato@ayresmonteiro.com.br

Endereço: Rua Saldanha Marinho, 68 - Centro. 

OAB/SP: 8346   
CNPJ: 06871272/0001-43
  • Whatsapp
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram
© 2020 Ayres Monteiro Advogados